14 de maio de 2018 às 06:24

Rápido panorama do metal nacional - 12

– Miasthenia – Mais uma banda que opta por mergulhar na cultura brasileira e na história do país. O trabalho do Miasthenia é bem-sucedido com o álbum “Antípodas”, principalmente por conta da presença de Hécate, a voz e a liderança da bada. Doutora em história e escritora, ela responde pelos vocais principais e pelos teclados da banda. O som passa por variantes do metal extremo, indo do death ao black em alguns momentos. “Antípodas” conta a história da resistência dos povos amazônicos nos séculos XVI e XVII por conta da chegada dos espanhóis. Musicalmente tudo é bem feito e bem arranjado, com competência e inteligência.

– Grey Wolf – Banda já veterana e com gás lá em cima, a mineira Grey Wolf reaparece com “Arthorium”, uma compilação de demos e faixa ao vivo. Com um trabalho sólido no metal tradicional e três álbuns já lançados, este CD soa despropositado em um momento de dar um passo mais à frente. Ainda assim, não deixa de ser interessante por conta da boa qualidade do material, embora sem nenhuma originalidade. Para quem gosta de Grave Digger, Running Wild e até Iron Maiden. A melhor faixa é “In the Shadows of Stygia”.

– Céu em Chamas – “Infernal” – Os garotos capricharam no som apocalíptico para justificar o nome do álbum. É uma desgraceira insana, misturando thrash e hardcore metal com produção muito boa e ótima performance instrumental. Não dá para ficar indiferente, e as duas primeiras músicas, “Lutar” e “Portões do Inferno” derrubam tudo. O ponto alto é o entrosamento entre as guitarras e uma bateria completamente alucinada. Metalcore? Thrash? Não interessa, é mpusica pesada de boa qualidade.

– Ministério da Discórdia – “Abismo” é o mais recente trabalho de uma banda que está batalhando muito desde 2013. É heavy metal que esbarra no thrash, mas também namora o stoner metal e o hard, Cantando em português, a banda ainda busca a sua originalidade em uma praia onde Baranga e Carro Bomba se destacam. Ouça a ótima “Abrace a Discórdia”.

– Primordium – A banda de Natal (RN) aposta em um death metal mais sofisticado abordando temas relativos ao Egito Antigo. É arriscado, mas os integrantes conseguiram um bom resultado. O álbum se chama “Old Gods” e os destaques são “Pesedjet” e “Num (Pralaya)”.

Fonte: UOL

comentários

Estúdio Ao Vivo