31 de dezembro de 1969 às 21:00

Temer atuou para evitar que rebaixamento da nota do Brasil agravasse duelo entre Maia e Meirelles

Calma, gente! O presidente Michel Temer atuou pessoalmente para evitar que a repercussão do rebaixamento da nota de crédito do Brasil colocasse ainda mais lenha na disputa velada entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro Henrique Meirelles (Fazenda).

Falando nisso Temer aproveitou as conversas com ambos para minimizar o conteúdo das declarações que deu sobre 2018. Na prática, o presidente tratou os aliados como cartas fora do baralho na corrida presidencial.

Pegar ou largar A tropa de Temer vai usar o rebaixamento da nota do Brasil como argumento para a nova Previdência. O ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) diz que a decisão da S&P corrobora o discurso de que, sem mudança, "o país vai viver de rebaixamento em rebaixamento".

Quem ama cuida Maia inicia neste sábado (13) uma maratona de palestras nos Estados Unidos e em Cancún. Ao avisar à família que iria viajar, recebeu mensagem da mãe. Ela pediu que, caso resolvesse ir à praia no México, o deputado não esquecesse de usar camisa para evitar fotos de sua barriga.

Leia a íntegra do Painel aqui.

Fonte: UOL

comentários

Estúdio Ao Vivo