https://melhorfm.com.br/feed/

Murilo Félix e vereador Airton buscam Centro de Reabilitação para Limeira

O deputado estadual Murilo Félix (Podemos) e o vereador Airton do Vitório Lucato (PL) se reuniram ontem (18) com a secretária estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão. Ambos reiteraram o pedido de instalação de uma unidade da Rede de Reabilitação Lucy Montoro em Limeira, conforme ofício que já havia sido protocolado em abril.
Para dar andamento à solicitação, o deputado agendou a reunião. “Conhecemos mais detalhes sobre esse programa e a secretária foi muito sensível à demanda, já orientando os próximos passos”, explica. Segundo Murilo, os trabalhos consistem agora no levantamento de dados de pessoas com deficiência em Limeira e região e o total de municípios que uma unidade na cidade contemplaria. “Esse embasamento técnico é um pontapé importante para avançarmos em outras questões que envolvem a implantação de um serviço desse porte na nossa região, beneficiando cidades como Cordeirópolis, Rio Claro, Iracemápolis, Engenheiro Coelho, Artur Nogueira, Corumbataí, entre outras ao redor”, explica.
Referência internacional, a Rede de Reabilitação Lucy Montoro é destinada às pessoas com deficiências físicas ou doenças potencialmente incapacitantes, proporcionando melhores oportunidades de reabilitação para pessoas com deficiências físicas incapacitantes e sensório-motoras.
O programa é da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde e destina-se aos pacientes com lesões medulares, amputados, com sequelas físicas e cognitivas de traumatismo crânio-encefálico, com paralisia cerebral e hemiplegias severas – com disfunção ou interrupção dos movimentos de membros (superiores, inferiores ou ambos), e com restrição de mobilidade.
Os tratamentos são realizados por equipes multidisciplinares de médicos, enfermeiras, fisiatras, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, educadores físicos e assistentes sociais.
“As entidades da nossa cidade, como AINDA, Aril e Apae, entre outras, já realizam um trabalho incrível de inclusão e com a Rede de Reabilitação, mais pessoas que precisam ou que estejam na fila seriam atendidas”, pontua.
Uma nova reunião será agendada para tratar de outros aspectos técnicos. A necessidade de a cidade disponibilizar um terreno de cinco mil metros quadrados é outro critério para a proposta avançar junto ao governo estadual.
O vereador Airton, que já havia se reunido com o deputado federal Miguel Lombardi (PL) e o secretário municipal de Saúde, Vitor Santos, voltou a defender a união de esforços. Na Prefeitura, o tema havia sido tratado em maio pelo vereador e pela vereadora Terezinha da Santa Casa (PL), com o prefeito Mario Botion (PSD) e a vice-prefeita Erika Tank (PL). Segundo os parlamentares, a pauta faz parte de uma solicitação da bancada do partido na Câmara Municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *