https://melhorfm.com.br/feed/

Isolamento social aos domingos cai às menores taxas em Piracicaba e Santa Bárbara d’Oeste


Em Piracicaba, índice foi de 48%, enquanto em Santa Bárbara foi de 47%. Limeira registrou alta de 46% para 48% entre uma semana e outra. Estado pede percentual mínimo de 55%. Aglomeração em frente a banco, em Santa Bárbara: cidade teve queda de dois pontos percentuais em isolamento aos domingos
Divulgação/ Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste
Piracicaba (SP) e Santa Bárbara d’Oeste (SP) registraram queda no isolamento social pelo segundo domingo seguido, de acordo com dados de monitoramento do governo estadual. São os menores percentuais de ambas para este dia da semana desde o início da quarentena em prevenção ao novo coronavírus.
Neste domingo (17), Piracicaba registrou índice de 48%, dois pontos percentuais a menos que uma semana antes. Já Santa Bárbara caiu de 49% para 47%.
Já Limeira (SP) teve alta de 46% para 48%. No dia 11, as três cidades já haviam registrado a menor taxa neste dia da semana desde o começo da quarentena.
MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil
Coronavírus: veja perguntas e respostas
Os dados são Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI), do governo federal, que afere o isolamento social em 104 cidades do estado durante a pandemia do novo coronavírus. No último dia 8, o governo anunciou a prorrogação da quarentena até 31 de maio.
Já no último dia 11, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que a adesão ao isolamento deve ser de no mínimo 55% para que haja relaxamento na quarentena depois do dia 31.
Ao G1, o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, reforçou que o governo estadual irá endurecer, se necessário, as medidas restritivas para garantir maior isolamento, considerada a medida mais eficaz para conter o avanço da epidemia.
Como é feito o monitoramento?
O monitoramento inteligente é feito com base em dados cedidos pelas operadoras Vivo, Claro, Oi e Tim. Em nota, a assessoria do Estado destaca que o sistema analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.
Erros e acertos no uso da máscara de proteção contra o coronavírus
Arte/G1
Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba