https://melhorfm.com.br/feed/

Secretário de Saúde dá as boas-vindas a estudantes da São Leopoldo Mandic; alunos vão estagiar em UBSs de Limeira

Foto: Prefeitura de Limeira

O secretário de Saúde, Vitor Santos, esteve na manhã desta segunda-feira (4) na nova unidade da São Leopoldo Mandic em Limeira, onde foi recebido pelo professor-coordenador da disciplina de Atenção Primária à Saúde, Eric Kirschner, e pela também professora, Ivana Daniela Cesar. No mês passado, a faculdade iniciou as aulas da primeira turma do curso de Medicina na cidade. Vitor Santos, que estava acompanhado pela diretora de Atenção Primária à Saúde, Faedra Rosada, deu as boas-vindas aos 55 alunos e falou sobre a estrutura de saúde do município. Na próxima semana, os estudantes começam a estagiar em UBSs do município, por meio de um convênio celebrado entre a faculdade e a Prefeitura.

Formado em otorrinolaringologista pela Faculdade de Medicina de Teresópolis (RJ), com especialização em Educação e Gestão de Serviços de Saúde, o secretário destacou conceitos que devem permear a relação médico-paciente, como humildade, empatia e acolhimento. “Um sorriso, um cumprimento, um abraço são ações que fazem muito a diferença”, frisou Vitor Santos. 

Na sequência, ele fez uma explanação sobre os equipamentos de saúde do município, que abrigam 32 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Policlínica, UPA 24 horas, 3 unidades de Pronto-Atendimento, Centro Municipal de Especialidades Médicas (que atende 18 áreas), entre outros. “Atualmente, estamos reformando o prédio do antigo Ambulatório de Saúde Mental, que será transformado em Caps 3. Dessa maneira, teremos toda a rede Caps no município”, esclareceu. 

A partir da próxima semana, por meio de convênio entre Prefeitura de Limeira e São Leopoldo Mandic, os futuros médicos começam estágio em seis UBSs: Dores 1, Dores 2, Abílio Pedro, Campo Belo, Nova Europa e Morro Azul. “Essas unidades, com exceção das UBSs Nova Europa e Campo Belo, localizam-se próximas à faculdade e estão inseridas em bairros populosos e com vulnerabilidade social, o que permitirá ao estudante um contato enriquecedor com a realidade dos pacientes”, comentou Vitor Santos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *